domingo, 25 de outubro de 2020
66 9 9962 4999
Política

21/09/2020 às 16h06

10

Jediel Ribeiro Lemes

TERRA DO NOVA DO NORTE / MT

Ala do DEM cobra protagonismo e defende recuo de última hora em aliança com Roberto França
O Democratas em Cuiabá, após passar por uma semana turbulenta em que decidiu não disputar a eleição em Cuiabá e apenas indicar o vice-prefeito a Roberto França (Patriotas), ainda discute a forma que irá trabalhar nesta disputa.
Ala do DEM cobra protagonismo e defende recuo de última hora em aliança com Roberto França

O Democratas em Cuiabá, após passar por uma semana turbulenta em que decidiu não disputar a eleição em Cuiabá e apenas indicar o vice-prefeito a Roberto França (Patriotas), ainda discute a forma que irá trabalhar nesta disputa. Há uma ala do partido, inclusive, que defende a saída da legenda da aliança.


O governador Mauro Mendes (DEM), que é o orientador pessoal do grupo e que foi decisivo no recuo da campanha de Fabio Garcia, está promovendo reuniões com o partido para saber como irão atuar estrategicamente para conseguir mais espaço nesta eleição. Mendes defende a chapa Patriota-DEM. Ele, aliás, indicou Fábio Garcia para ser o coordenador geral da campanha. 

Na manhã desta segunda-feira (21), conforme fontes do Democratas que estavam em reunião com o governador no Palácio Paiaguás, o governador ainda discutia a forma de viabilizar mais poder ao DEM enquanto outros questionavam que "ser vice não era a melhor saída para o tamanho do partido". 

"Já somos vice em Várzea Grande. Esperamos até o último minuto para ser vice em Cuiabá. Pra que? Pra se apequenar? Por mim, poderia lançar o próprio Marcelo Bussiki como candidato a prefeito, mas não ser vice. É sinal quem nem conseguimos apoio e nem dinheiro temos", comentou a fonte na saída do Palácio Paiaguás. 

Para intermediar apoio financeiro ao partido, o grupo precisa se unir, chamar o senador Jayme Campos, que é o vice-presidente nacional da sigla, e o convencer de buscar ajuda em Brasília. 

Jayme, em discurso acalorado no dia da convenção estadual, disse que de seu bolso o partido não terá dinheiro. 

No apoio, Mauro tem seus fiéis escudeiros: Fábio Garcia, Eduardo Botelho, Mauro Carvalho e Beto 2x1. Porém, esses pouco opinam quando o assunto é dinheiro e viabilidade financeira.

FONTE: Olhar Direto

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Esporte local

Esporte local

Blog/coluna Tudo sobre o esporte local em um só lugar!
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados